• Arquidiocese de Pelotas

“Tua Palavra é lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho!”


No mês de setembro lembramos de forma especial da Bíblia, Palavra de Deus que é sustento da nossa fé. Pensar e refletir o valor da oração em nossa vida de cristãos nos traz o sentido real da Palavra de Deus. A Bíblia é como uma longa carta de Deus dirigida a cada um de nós, quanto mais nos familiarizarmos com ela através da leitura, meditações, reflexões... mais crescemos como ser humano. Os seres humanos comunicam-se através da palavra, seja ela escrita, falada ou gesticulada. A palavra pode ser dita para o bem, para a verdade, para a vida, mas pode também ser dita para o mal, a mentira e a morte. A Palavra de Deus está em nosso cotidiano e só se torna completa revelação na prática, em nossas pequenas ações de solidariedade, acolhida, amor ao próximo, empatia. Sim, essa palavra está ao seu alcance: está na sua boca e no seu coração, para que você a coloque em prática (Dt 30,11-14). A palavra tem rosto, ela tem muitos rostos, isso significa que devemos buscar o rosto de Deus por trás de cada palavra. A leitura é como um colírio: limpa nossos olhos, para que se comece a olhar com os olhos de Deus, é um momento de leitura e de escuta do que ela nos diz pessoalmente, para viver melhor. Papa Francisco fala, “A Palavra de Deus faz um caminho dentro de nós. Nós a escutamos com os ouvidos e passa ao coração; não permanece nos ouvidos, deve ir ao coração; e do coração passa às mãos, às boas obras. Este é o percurso que faz a Palavra de Deus: dos ouvidos ao coração e às mãos. Aprendamos essas coisas”. Felizes os que leem a Bíblia como inspiração para suas vidas, pois ela comunica um Deus amor, um Deus bondoso que deseja que o ser humano viva e seja feliz.

Irmã Cristiane Oliveira


0 visualização
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube