• Pe. Jaime Souto

O Natal e seus símbolos


Estamos no Advento, nos preparando para a grande Festa de Natal, certeza de que o Senhor virá uma segunda vez para acolher a todos no seu reino de amor.

É um período festivo e muito rico em mensagens catequéticas. Um momento privilegiado para a evangelização familiar e comunitária, onde podemos fazer os encontros em preparação a festa do nascimento do Salvador, que deverá ser celebrado na comunidade.

Nossas casas adquirem, também, o espírito festivo através da decoração festiva. Assim os símbolos colocados nos aproximam do nascimento de Jesus. Seria bonito que nas portas das casas fossem colocadas guirlandas: elas simbolizam a fé e alegria da família em esperar Aquele que vem, o Salvador da humanidade, e a partilha dessa esperança com as demais pessoas. Armamos, também, a árvore de Natal: tradição europeia, pois é inverno e em certas regiões o pinheiro é a única árvore que resiste ao frio. Simboliza a presença de Deus junto a humanidade: ele permanece conosco apesar de termos nos afastado dEle pela frieza do pecado. Os presentes: nos recordarão os dons que o Menino Jesus recebeu dos magos que o visitaram em Belém. Como Deus nos dá o maior de todos os presentes- o seu próprio filho - nós também ofertamos presentes uns aos outros como gesto de generosidade e compromisso de praticarmos sempre a justiça e a caridade para com os outros.

O maior dos símbolos é o presépio que, segundo a tradição, São Francisco de Assis o montou para explicar ao povo o significado no Natal. Nele encontramos o menino Jesus: é o centro do presépio porque nEle está a salvação; Maria: a mãe que o concebeu pela ação do Espírito Santo; José: o pai adotivo de Jesus; Anjo: ser divino, manifestação que identifica o nascimento de Jesus como um acontecimento originado por Deus; Magos: três estrangeiros que visitam e presenteiam Jesus, simbolizando que Ele nasceu como Salvador de toda humanidade; Pastores: pessoas pobres que foram os primeiros a visitar Jesus; Estrela: guiou os magos até Belém; Manjedoura: cocho que alimenta os animais e onde Jesus foi colocado ao nascer; Presentes: dados pelos magos - ouro, incenso e mirra - simbolizam a realeza, o sacerdócio e a humanidade de Jesus; Ovelhas: acompanham os pastores e são símbolos da docilidade; Boi: é símbolo da bondade; Jumento: símbolo da força; e a Gruta: comum na terra de Jesus, era usada como abrigo para pessoas e animais.

O termo símbolo vem do latim e significa um sinal que leva ao reconhecimento daquilo que simboliza: que esse Natal possa marcar em definitivo, como símbolo de nossa vida e ação, o acontecimento de dois mil anos atrás quando em Belém, nasceu Jesus, o filho de Deus que se fez um de nós para nos salvar.


0 visualização
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube