top of page
  • Arquidiocese de Pelotas

34º Encontro de Dioceses de Fronteira


Entre os dias 20 e 22 de maio a Arquidiocese de Pelotas estará sediando o XXXIV Encontro de Dioceses de Fonteira, na casa Cenáculo.

Estão sendo esperadas mais de 70 pessoas (entre bispos, padres, diáconos, religiosos e leigos) das dioceses fronteiriças do Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai.

Entre os palestrantes estão o Dr. Frei Luis Carlos Susin (de Porto Alegre) e o Prof. Dr. Pablo Guerra (do Uruguai).

O investimento para os participantes do encontro é de USD 90,00 e as inscrições poderão ser realizadas pelo link clique aqui.

Na mensagem enviada a todas as dioceses, Dom Jacinto destaca a importância dos irmãos se encontrarem para analisar aspectos comuns que influenciam a vivência da fé. Pelotas estará sediando pela primeira vez o encontro.

CARTA CONVITE DE DOM JACINTO AOS DELEGADOS DO ENCONTRO

Estimados Irmãos e Irmãs

Estamos, como Arquidiocese de Pelotas, muito honrados e felizes em acolher a todos/as para o XXXIV Encontro de Dioceses de Fronteira.

Renovamos o grande desejo de que “os vizinhos verdadeiramente possam encontrar-se”. Assim também fazemos eco às palavras do nosso Papa Francisco: precisamos cada vez mais criar uma “cultura do encontro”.

Sejam todos/as bem vindos/as à nossa “Casa da Arquidiocese de Pelotas” para que ela seja também a “Sua Casa”.

Fraternalmente,

Dom Jacinto Bergmann

Arcebispo Metropolitano de Pelotas

HISTÓRICO DOS ENCONTROS

Encontro I – Salto, URU – 29 e 30 de abril de 1992

“Los vecinos se encuentran para comenzar a conocerse”

Encontro II – Uruguiana, BR – 26 e 27 de novembro de 1992

“Os vizinhos se encontram para seguir buscando caminos comuns”

Encontro III – Uruguaiana, BR – 30 de junho e 1 de julho de 1993

“Os vizinhos comentan a partilhar suas angustias e esperancas”

Encontro IV – Uruguaiana, BR – 23 e 24 de novembro de 1993

“Os vizinhos buscan como ser uma Igreja mais perto do povo”

Encontro V – Rivera, URU – 4 e 5 de maio de 1994

“Los vecinos se encuentran para reflexionar y compartir algunas prácticas de cercanías”

Encontro VI – Artigas, URU – 21 e 22 de setembro de 1994

“Los vecinos se encuentran para reflexionar y compartir los desafíos pastorales frente a la mentalidad neo-liberal”

Encontro VII – Salto, URU – 4 e 5 de maio de 1995

“Los vecinos se encuentran para informarse, sensibilizarse y movilizarse frente a la problemática de las migraciones”

Encontro VIII – Bella Unión, URU – 26 e 27 de setembro de 1995

“Los vecinos se encuentran para compartir las repercusiones del MERCOSUR, en la vida del pueblo y los desafíos pastorales que él implica”

Encontro IX – Santana do Livramento, BR – 7 e 8 de maio de 1996

“Os vizinhos se encontram para conhecer e partilhar um novo aspecto das zonas de fronteira: a realidade do comercio de Rivera e Livramento, de Artigas e Quaraí, de Paso de lós Libres e Uruguaiana y para profundizar el Tratado do MERCOSUL”

Encontro X – Artigas, URU – 3 e 4 de setembro de 1996

“Los vecinos se encuentran para compartir, reflexionar y revisar las respuestas pastorales que se están dando a los desafíos y nuevas situaciones generadas por el MERCOSUR y descubrir juntos las pistas para la Evangelización”

Encontro XI – Uruguaiana, BR – 6 e 7 de maio de 1997

“Os vizinhos se encontram para partilhar os rostos do desemprego em nossas realidades e as propostas alternativas de reconversão”

Encontro XII – Salto, URU – 2 e 3 de setembro de 1997

“Los vecinos se encuentran para compartir experiencias concretas de respuestas alternativas al problema del desempleo, en la línea de una Economía Solidaria”

Encontro XIII – Santo Ângelo, BR – 11 a 13 de maio de 1998

“Os vizinhos se encontram para partilhar a caminhada da Pastoral Social de suas Igrejas e incentivar sua continuidade á luz da experiência solidaria dos Povos Missioneiros”

Encontro XIV – Tacuarembó, URU – 1 e 2 de setembro de 1998

“Los vecinos se encuentran para reflexionar sobre la situación de los Derechos Humanos en sus realidades y