• Arquidiocese de Pelotas

Fazendo juntos na Pandemia: Ações sociais da Cáritas Arquidiocesana de Pelotas

Atualizado: Mai 24

A Cáritas tem realizado um esforço social muito forte neste período caótico do ponto de vista sanitário, social e político, em que a sociedade brasileira está vivenciando. Nosso entendimento é o de constituir redes e atuar dentro e a partir destas redes sociais. Neste sentido estamos atuando:

1. Na campanha "adote uma família indígena" junto com o Neta/UFPel (núcleo da antropologia), EMATER-RS e CIMI-RS no atendimento de aproximadamente 50 famílias (200 indígenas) indígenas dos municípios de Cristal, Canguçu, Pelotas e Rio Grande. Veja como participar ao final.

2. Integramos a Frente de soberania alimentar, através de nossa representação no CONSEA (Conselho de Segurança Alimentar do município) e da aproximação constante com os movimentos sociais e sindicais da região. Estamos em parceria com estas entidades atendendo (num primeiro momento) 120 famílias, excluídas do cadastro único de assistência social, em diversos bairros da cidade. Estas 120 famílias recebem toda semana leite e mensalmente cestas básicas provenientes da agricultura familiar. Faz uma importante ligação campo/cidade. A tendência é ampliar o número de famílias atendidas. Veja como participar ao final.

3. Integramos o grupo de habitação de interesse social com integrantes da arquitetura e serviço social da UCPel, pesquisadores de universidades locais, técnicos do setor público, estudantes e associações e conselhos preocupados em encontrar soluções para o agravamento das condições habitacionais num momento em que se faz necessária noções de higiene e limpeza em residências sem banheiros, por exemplo. Este grupo quer apresentar caminhos e pressionar o poder público a implementar soluções.

4. A Caritas participa junto com mais de 40 entidades populares, religiosas, de bairros, profissionais etc. do Comitê Popular de Combate ao Coronavírus de Pelotas (Compovo). Este comitê está se formando com 06 grupos de trabalho (assessoria jurídica, controle social, saúde e assistência social, alimentação e higiene, violência e habitação popular) e vai juntar forças para minimizar problemas destas áreas e também buscar soluções estruturais.

5. A Cáritas vem acompanhando as populações de migrantes em Pelotas procurando atender as demandas que nos procuram, especialmente com ações de esclarecimento e acompanhamento da liberação do auxílio emergencial, de problemas diversos com órgãos públicos. Também temos pontualmente procurado orientar as populações quilombolas na melhor forma de buscarem seus direitos e benefícios.

6. Estamos buscando e participando de diversos editais de organismos público e privados para aquisição de gênero alimentícios e de higiene e limpeza, tanto em conjunto com a Caritas regional como a partir dos diversos parceiros sociais acima elencados.

7. Por fim, a Cáritas está propondo a implantação na arquidiocese da campanha CNBB/Cáritas: "É Tempo de Cuidar" em que cada paróquia possa elaborar uma campanha própria de coleta de gêneros e recursos para minorar as vulnerabilidades sociais. A Cáritas já realiza um plantão solidário às terças, quartas e quintas, das 14h30 às 17h30, dando assim apoio as campanhas das Paróquias. Vamos conversar e estruturar estes esforços em cada Paróquia!

Esta é a forma Cáritas de ação social. Uma forma solidária em comunhão com setores da igreja e da sociedade. Não temos ações singulares e exclusivas, pois acreditamos que fazendo juntos conseguimos fazer mais e melhor.

Venha fazer juntos. Venha fazer solidariedade. Procure a Cáritas nos plantões solidários nas segundas, quartas e sextas em nossa sede ao lado do Instituto de Menores ou quem sabe nos encontre nas diversas ações sociais em que estamos solidariamente inseridos. Ser Cáritas é ser Solidário!


0 visualização
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube