Assembleia da OSIB foi realizada no Seminário São Francisco de Paula

March 28, 2019

         Nos dias 25 e 26 de março, o grupo da OSIB (Organização dos Seminários e Institutos Filosóficos e Teológicos do Brasil) do Regional Sul 3 da CNBB esteve reunido no seminário São Francisco de Paula, em Pelotas, para sua assembleia anual.

         A OSIB procura prestar serviços aos formadores dos seminários e casas de formação do Regional, através da programação e realização de assembleias, encontros, cursos e retiros, em comunhão com as Diretrizes para a formação dos presbíteros da Igreja no Brasil.  Estiverem presentes: Pe. Adriano André Maslowski e Pe. André Junges (Santo Ângelo); Pe. Giovani Momo e Pe. Clair Favreto (Erexim); Pe. Eberson Fontana (Passo Fundo); Pe Elisandro Guindani (Vacaria); Pe. Marcelo Carlesso (Santa Cruz do Sul); Hamilton Centeno (Pelotas); Pe. Ariel Luiz Buhlere Pe. Gabriel Santos (Novo Hamburgo); Pe. Aodomar Wandselser (Uruguaina); Pe. Rudinei Lasch (Cachoeira do Sul); Pe. Rafael Martins Fernandes e Pe. José Flach (POA).
          Pe Clair Favreto, até então coordenador da Osib Regional Sul 3 acolheu e coordenou a Assembleia. Pe. Nivaldo dos Santos Ferreira, assessorou o momento de formação. Ele foi presidente nacional da Osib na gestão passada. Ajudou a organizar o livro “A formação sacerdotal hoje", em comemoração aos 40 anos da Osib. Ele fez parte da equipe que elaborou as novas diretrizes da formação dos presbíteros do Brasil. Sendo justamente este o tema partilhado. A partir das colocações do Pe. Nivaldo, o grupo refletiu em torno de alguns questionamentos: 1. Como está o alinhamento/sintonia das diferentes etapas da formação (Despertar: período do Serviço e Animação Vocacional e o Propedêutico; Discipulado: período da Filosofia; Configuração: período da Teologia e Síntese Vocacional: período que medeia entre a estadia no Seminário e a sucessiva ordenação diaconal e presbiteral)? 2. O Ano Pastoral (Distinção entre estágio pastoral (que pode acontecer por diversos motivos durante a formação) e síntese vocacional - ao final da teologia); 3. Formação permanente e os novos padres; 4. Egressos. Na conclusão do hoje, ocorreu a Santa Missa presidida por Dom Jacinto Bergmann.

          Na terça-feira, ocorreu prestação de contas e demais assuntos, como: curso para formadores (Fortaleza, BH (Ista), Taubaté (Dehonianos) e Londrina (Seminário Paulo VI)); e eleição da nova coordenação: Pe José Flach (Coordenador), Pe Giovani Momo (vice), Pe Marcelo Carlesso (secretário), Pe Hamilton Centero (tesoureiro).
             Próxima reunião: 23 e 24 de março, na Província de Porto Alegre, em local a ser definido, sendo seguido do encontro do SAV. Tema: formação hoje: despertar e acompanhamento. Sugestão de leitura: “A formação sacerdotal hoje” - livro em comemoração aos 40 anos da Osib.

 

 

OSIB aprofunda diretrizes da formação e elege nova coordenação do RS

             A Organização dos Seminários e Institutos do Brasil – OSIB, reuniu os formadores de presbíteros dos Seminários das Dioceses do RS, em Pelotas. O Encontro realizou-se nas dependências do Seminário arquidiocesano São Francisco de Paula entre os dias 25 e 26 de março de 2019.

             Os formadores, reitores e alguns animadores vocacionais e diretores espirituais chegaram no domingo à noite, dia 24, onde foram acolhidos pelos padres Hamilton Silva Centeno e Darvan H. da Rosa, respectivamente reitor e diretor espiritual dos seminaristas do discipulado e configuração da Província de Pelotas.

             A segunda-feira, 25, pela parte da manhã, foi de aprofundamento das novas diretrizes nacionais para a formação dos presbíteros da Igreja no Brasil. Para isto contaram com a presença do Pe. Nivaldo dos Santos Ferreira, ex-reitor do Seminário Arquidiocesano de Belo Horizonte e ex-presidente nacional da OSIB. Pe. Nivaldo, que participou da equipe de revisão e elaboração do novo documento para a formação, trouxe o esquema do texto, bem como as inserções da Ratio Fundamentalis Institutionis Sacerdotalis (2016) e dos textos do Papa Francisco. Pe. Nivaldo destacou que as novas diretrizes nacionais querem ajudar para que haja alinhamento entre as várias etapas da formação presbiteral, desde o despertar vocacional, passando pelo discernimento, pelo período da formação inicial (Propedêutico, Discipulado e Configuração) e pela formação permanente. Conforme o texto provisório, “a meta é imprimir unidade, coerência e gradualidade ao processo de formação dos presbíteros, levando em conta a diversidade cultural, para que o ministério Presbiteral seja exercido e vivido por autênticos presbíteros-discípulos, presbíteros-missionários e presbíteros-servidores da vida, cheios de misericórdia (DAp, n.199), ‘“consagrados para pregar o Evangelho, serem pastores do Povo de Deus, celebrarem os sacramentos”’ (LG, n.28)” (n.4).

             Pela parte da tarde, Pe. Clair Favreto, reitor do Seminário São José da Diocese de Erexim e Presidente da OSIB-RS coordenou os trabalhos para conversa entre os formadores sobre o que implica o alinhamento da formação em cada Diocese, sobre a questão dos egressos, o Ano Pastoral e a formação permanente. Foi um momento muito rico sobre as ações desenvolvidas nas respectivas Dioceses e Arquidioceses, bem como os desafios que a formação apresenta.

             No final da tarde, os formadores participaram de missa presidida pelo arcebispo de Pelotas, Dom Jacinto Bergmann, com a presença dos seminaristas maiores da sua Província. Dom Jacinto, partindo da Liturgia da Palavra que trazia presente a solenidade da Anunciação do Senhor, também destacou a importância do encontro e incentivou os formadores a manterem-se firmes na missão de preparar os futuros presbíteros para a Igreja. Em seguida foi realizado um jantar de confraternização no galpão do Seminário.

             No dia seguinte, 26, houve a assembleia anual da OSIB-RS. Coordenados pelo Pe. Clair Favreto, houve apresentação dos cursos de formadores apoiados pela CNBB e o incentivo para os formadores realizarem um dos cursos. Foi colocado, também, sobre as semanas de formação para formadores e diretores espirituais, eleição da nova presidência regional da OSIB e avaliação.

             Para a formação da nova equipe foi indicado um nome de cada Província do RS. Para a Província de Santa Maria, o Pe. Marcelo Carlesso, padre da Diocese de Santa Cruz do Sul e reitor do propedêutico provincial de Santa Maria; para Passo Fundo, o Pe. Giovani Momo, reitor do Propedêutico da Diocese de Erexim; para Pelotas, o Pe. Hamilton Silva Centeno, reitor do Seminário Maior arquidiocesano de Pelotas; para Porto Alegre, o Pe. José Loinir Flach, reitor do Seminário arquidiocesano de Porto Alegre. A partir destas indicações, os formadores presentes elegeram o Pe. José Loinir Flach como o novo presidente regional da OSIB. Em seguida, os membros indicados pelas províncias definiram a missão de cada um dentro da equipe, ficando assim constituída: Presidente – Pe. José Loinir Flach; vice-presdiente – Pe. Giovani Momo; tesoureiro – Pe. Hamilton Silva Centeno; secretário – Pe. Marcelo Carlesso.

             Por fim foram apontados temáticas de aprofundamento para o encontro do ano que vem, bem como possíveis assessores e será realizado na província de Porto Alegre nos dias 23 e 24 de março de 2020.

             O Encontro foi avaliado como muito importante e serviu para a comunhão entre os formadores do RS, aprofundamento das novas diretrizes nacionais, troca de experiências e de aprofundamentos dos desafios que se apresentam para os responsáveis pela formação dos futuros presbíteros do Rio Grande do Sul.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Compromisso da 34ª Romaria de N. Sra. de Guadalupe

November 4, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

October 31, 2019