Clique na imagem para baixar o arquivo do Plano em pdf

APRESENTAÇÃO:

            Em novembro de 2019 realizamos a nossa Assembleia Pastoral Arquidiocesana, na qual avaliamos a caminhada pastoral realizada na Arquidiocese no Quadriênio de 2016 a 2019. Graças a Deus, percebemos o quanto valeu sermos mais “Casa em Missão”, “Casa da Palavra”, “Casa do Pão” e “Casa da Vida”!

            Também, nessa Assembleia, planejamos o Quadriênio 2020 a 2023, acolhendo as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, nas quais os nossos Pastores nos convocam a sermos “COMUNIDADES ECLESIAIS MISSIONÁRIAS”, apoiadas sobre os “Pilares da Palavra, do Pão, da Caridade e da Ação Missionária”.

            Ainda, nessa Assembleia, planejamos as duas Ações Comuns Arquidiocesanas para o ano de 2020, que concretizarão a Prioridade de 2020: “Sermos Igreja Arquidiocesana em uma cultura urbana construindo CEMS – Comunidades Eclesiais Missionárias sobre o “Pilar da Palavra – IVC: Iniciação à Vida Cristã e ABVP – Animação Bíblica da Vida e da Pastoral”.

            Este Livreto, colocado em suas mãos, apresenta, pois, o Plano Pastoral Arquidiocesano – Quadriênio 2020-2023 e a Prioridade e as Ações Comuns Arquidiocesanas 2020.

            Contamos com a força do Deus Trindade – Pai Filho Espírito Santo – e a intercessão de Nossa Senhora de Guadalupe, Mãe da Evangelização e Mãe das Comunidades.

 

Dom Jacinto Bergmann,

Arcebispo Metropolitano.

PLANO PASTORAL ARQUIDIOCESANO 2016-2019

I – PRINCÍPIOS

Os Princípios que nos norteiam como Arquidiocese de Pelotas é a Missão com a qual somos incumbidos pelo próprio Senhor Jesus Cristo, a Visão clara que nos deve sempre iluminar e os Valores nos quais acreditamos e tentamos viver.

MISSÃO:

Evangelizar na/a Arquidiocese cada vez mais de cultura urbana, pelo anúncio da Palavra de Deus, formando discípulos e discípulas de Jesus Cristo, em Comunidades Eclesiais Missionárias, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, cuidando da Casa Comum e testemunhando o Reino de Deus rumo à plenitude.

VISÃO:

Ser uma Igreja Arquidiocesana, tendo presente a Cultura Urbana, sendo Igreja - “CASA”, construída sobre os Pilares da PALAVRA, do PÃO, da CARIDADE e da AÇÃO MISSIONÁRIA, educando a fé, alimentando a esperança e concretizando o amor, em vista da promoção das pessoas à imagem e semelhança de Deus, da construção de COMUNIDADES ECLESIAIS MISSIONÁRIAS e da construção de uma sociedade justa e solidária.

VALORES:

Fé – Esperança – Amor

Catequese – Liturgia – Caridade

Verdade – Justiça – Paz

Gratuidade – Alteridade – Vida

Serviço – Participação – União

Comunhão – Entre-ajuda – Corresponsabilidade

II – PLANO PASTORAL – QUADRIÊNIO 2016-2019

PONTO DE PARTIDA:

A partir das ORIENTAÇÕES do PAPA FRANCISCO, das DIRETRIZES GERAIS DA AÇÃO EVANGELIZADORA NA IGREJA DO BRASIL – 2019 -2023 da CNBB NACIONAL, das LINHAS DE AÇÃO E ESTRATÉGIAS 2020-2023 da CNBB REGIONAL SUL 3, concebemos e elaboramos o “PLANO PASTORAL ARQUIDIOCESANO – QUADRIÊNIO 2020-2023”. Queremos ser “COMUNIDADES ECLESIAIS MISSIONÁRIAS” construindo uma “Igreja” que seja “CASA”, apoiada nos PILARES: Pilar da “PALAVRA”, Pilar do “PÃO”, Pilar da “CARIDADE” e Pilar da “AÇÃO MISSIONÁRIA”.

ELEMENTOS DA CULTURA URBANA E A RESPOSTA DAS DGAE 2019-2023

  • DGAE: Capítulo 2, Ponto 2.3: “A vida na grande cidade mundial”: individualidade; consumo/consumismo: corrupção, comércio de drogas, violência, legalização da morte, divisão de grupos; enfraquecimento das instituições e das tradições; alta mobilidade; pobreza; crise de sentido; desafio ambiental; instabilidade para a geração nova; verdade relativizada e individualista; ameaça à autentica democracia ...

  • Ponto 2.4 “O Senhor está no meio de nós” ...

  • A CULTURA URBANA atual tem por trás:

1º Uma sociedade cada vez mais pluriétnica, pluricultural (pluriética) e plurirreligiosa;

2º Uma sociedade cada vez mais tecnológica, científica e comunicativa (redes sociais);

3º Uma sociedade cada vez mais globalizada, secularizada/secularizante (menos Deus) e desumana (menos nós) ...

 

isso MEXE COM A PESSOA, A COMUNIDADE E A SOCIEDADE, SEUS “VALORES” ...

  • Há aspectos positivos, mas tem um lado real:

1º Numa sociedade cada vez mais pluriétnica, pluricultural (pluriética) e plurirreligiosa:

A PESSOA está cada vez mais vazia de sentido e de perspectiva transcendente ...

  • Resposta: CATEQUESE – PALAVRA DE DEUS (SACRAMENTOS) para dar sentido e finalidade última à pessoa.

(Palavra de Deus: Caminho de Conhecimento e Interpretação para a re-significação da existência)

  • Proposta: PILAR DA PALAVRA – Iniciação à Vida Cristã e Animação Bíblica da Vida e da Pastoral.

 

2º Numa sociedade cada vez mais tecnológica, científica e comunicativa (redes sociais):

a COMUNIDADE está cada vez mais fragmentada e carente de relações ...

  • Resposta: LITURGIA – PALAVRA DE DEUS (SACRAMENTO) para dar consistência e espírito solidário à comunidade.

(Palavra de Deus: caminho de Comunhão e Oração da Palavra para a relação pessoal e comunitária com o Senhor)

  • Proposta: PILAR DO PÃO – Liturgia e Espiritualidade.

 

3º Numa sociedade globalizada, secularizada/secularizante (menos Deus) e desumana (menos nós):

a SOCIEDADE está cada vez mais criadora de exclusão e de violência social ...

  • Resposta: CARIDADE – PALAVRA DE DEUS (SACRAMENTO) para criar inclusão e paz à sociedade.

(Palavra de Deus: Caminho de Evangelização e Proclamação da Palavra para o anúncio da Vida nova e plena)

  • Proposta: PILAR DA CARIDADE – Serviço à Vida Plena.

 

4º Para as três sociedades acima:

  • Proposta: PILAR DA AÇÃO MISSIONÁRIA - Estado Permanente de Missão.

PROPOSTA DAS DGAE 2020-2023

As Diretrizes Gerais de Ação Evangelizadora - DGAE 2020-2023 – Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da CNBB apresentam como objetivo último a construção de “COMUNIDADES ECLESIAIS MISSIONÁRIAS”; para isso devemos ser uma Igreja que é “CASA”, e esta, por sua vez, apoiada em quatro “PILARES: Pilar da Palavra, Pilar do Pão, Pilar da Caridade e Pilar da Ação Missionária”.

IDEIA-CHAVE:

Com a Ideia-Chave visibilizamos e atualizamos continuamente a grande inspiração do Vaticano II, dos apelos do Papa Francisco, do espírito de Aparecida e da direção das DGAE da CNBB Nacional:

SOMOS A IGREJA DA ARQUIDIOCESE DE PELOTAS

SOMOS COMUNIDADES ECLESIAIS MISSIONÁRIAS

TEXTO INSPIRADOR:

“Ide, pois, e fazei discípulos todos os povos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-os a observar tudo o que vos mandei. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos.” (Mt 28,19-20).

ESQUEMA GERAL – QUADRIÊNIO 2016-2019:

Vislumbramos o Quadriênio 2016-2019 do nosso Plano Pastoral assim esquematicamente:

Ano                                              Método                                   Iluminação                                                              Prioridade

                                                                                                       “Eles eram perseverantes                                       Pilar da PALAVRA
2020                                             VER/ILUMINAR/AGIR              no ensinamento dos                                               Iniciação à Vida Cristã e

                                                                                                        apóstolos" (At 2, 42)                                                Animação Bíblica da Vida e da Pastoral

                                                                                                        “Eles eram perseverantes                                      Pilar do PÃO

2021                                             VER/ILUMINAR/AGIR               na fração do pão                                                    Liturgia e Espiritualidade

                                                                                                         e nas orações" (At 2, 42)

                                                                                                          “Eles eram perseverantes                                    Pilar da CARIDADE
2022                                               VER/ILUMINAR/AGIR             na comunhão fraterna" (At 2, 42)                        Serviço à vida plena

                                                                                                         “Passando adiante,                                                Pilar da AÇÃO MISSIONÁRIA

2023                                                VER/ILUMINAR/AGIR            anunciava o Evangelho a                                      Estado Permanente da missão

                                                                                                         todas as cidades" (At 8, 40)

PRIORIDADES:

Ao decidirmos como Prioridade para o ano de 2020 – “Pilar da Palavra – IVC: Iniciação à Vida Cristã”, para o ano de 2021: “Pilar do Pão – Liturgia e Espiritualidade”, para o ano de 2022: “Pilar da Caridade: Serviço à Vida plena” e para o ano 2023: “Pilar da Ação Missionária: Estado permanente da Missão”, o que nós entendemos:

- “2020: Pilar da Palavra – IVC: Iniciação à Vida Cristã e ABVP – Animação Bíblica da Vida e da Pastoral”

(Ver números 88 a 92 do Documento da CNBB 109 – Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2019-2023)

- “2021: Pilar do Pão – Liturgia e Espiritualidade”

(Ver números 93 a 101 do Documento da CNBB 109 – Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2019-2023)

- “2022: Pilar da Caridade: Serviço à Vida plena”

(Ver números 102 a 113 do Documento da CNBB 109 – Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2019-2023)

- “2023: Pilar da Ação Missionária: Estado permanente da Missão”

(Ver números 114 a 120 do Documento da CNBB 109 – Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2019-2023)

III – PRIORIDADE E AÇÕES COMUNS ARQUIDIOCESANAS PARA 2019:

ESQUEMA:

Vamos concretizar o nosso Plano Pastoral Arquidiocesano com o ano 2020, assim:

                                                                                                       “Eles eram perseverantes                                       Pilar da PALAVRA

2020                                             VER/ILUMINAR/AGIR              no ensinamento dos                                               Iniciação à Vida Cristã e

                                                                                                        apóstolos" (At 2, 42)                                                Animação Bíblica da Vida e da Pastoral

PRIORIDADE PARA 2020:

Sermos Igreja Arquidiocesana em uma cultura urbana construindo CEMs – Comunidades Eclesiais Missionárias sobre o “Pilar da PALAVRA – IVC: Iniciação à Vida Cristã e ABVP – Animação Bíblica da Vida e da Pastoral”.

 

AÇÕES COMUNS ARQUIDIOCESANAS para 2020:

PRIMEIRA AÇÃO COMUM ARQUIDIOCESANA: Para sermos CEMs - Comunidades Eclesiais Missionárias, proporcionar uma melhor compreensão do Processo de Iniciação à Vida Cristã a um maior número possível de lideranças das nossas Comunidades Eclesiais em vista da implantação mais afetiva/efetiva da IVC – Iniciação à Vida Cristã em todas as Paróquias.

Atividades:

1º Viver (aproveitar as Celebrações Litúrgicas) o Tempo da Quaresma e Tempo da Páscoa sob a ótica dos Passos da Purificação/Iluminação e da Mistagogia do Processo da IVC – Iniciação à Vida Cristã.

2º Aproveitar o Tema da CF/2020 – “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso”, valorizando a vida de “Iniciados em Cristo”:

- a vida de “Batizado” – Tempo de Páscoa;

- a vida de “Crismado” – Tempo de Pentecostes;

- a vida de “Eucaristizado” – Tempo de Corpus Christi.

3º Oferecer um Curso em EAD sobre o tema da IVC – Iniciação à Vida Cristã.

4º Oferecer às “Escolas de Formação” das Pastorais, Movimentos, Setores e Organismos uma reflexão/estudo sobre o Processo da IVC – Iniciação à Vida Cristã, com os subsídios: Itinerário Catequético e Doc. 107 da CNBB.

5º Criar em cada Paróquia um Grupo de Estudo do “Itinerário Catequético” da CNBB, com a responsabilidade de passar o seu estudo a outros grupos Paroquiais.

6º Vivenciar o Mês Missionário, mês de outubro, detectando as “periferias existenciais geográficas” mais palpáveis nas Paróquias (ou com crianças, ou jovens, ou idosos, ou doentes, ou marginalizados, etc) e organizando uma MISSÃO POPULAR nas Paróquias para ir ao seu encontro como “Igreja em Estado permanente de Missão”.

SEGUNDA AÇÃO COMUM ARQUIDIOCESANA: Para sermos CEMs – Comunidades Eclesiais Missionárias, incentivar e aumentar os GBs – Grupos Bíblicos em todas as paróquias:

a) proporcionando uma formação bíblica aos animadores dos GBs – Grupos Bíblicos;

b) provocando uma Leitura Orante com a Lectio Divina aos participantes dos GBs – Grupos Bíblicos;

c) oferecendo Roteiros simples e orantes numa direção missionária;

d) fazendo de cada GB – Grupo Bíblico um grupo missionário.

 

Atividades:

1º Realizar um levantamento dos GBs – Grupos Bíblicos existentes em todas as Paróquias.

2º Criar uma Coordenação dos GBs- Grupos Bíblicos da Arquidiocese e das Paróquias.

3º Aproveitar o Tema da CF/2020 – “Fraternidade e Vida – Dom e Compromisso”, valorizando a Vida da Palavra de Deus – “Ela é viva e eficaz”” – no Mês de Setembro, Mês da Bíblia”.

4º Fazer do último domingo de cada mês o “MÊS DO COMPROMISSO CONCRETO DA ROMARIA", relembrando e motivando nas Celebrações Litúrgicas desse domingo os fiéis do Compromisso Concreto assumido na 34ª RNSG, qual seja: “COM QUEM?, ONDE? e QUANDO? FUI MISSIONÁRIO NESTE MÊS” (e registrar no caderninho).

5º Realizar uma jornada de formação bíblica semestral e por Área Pastoral aos animadores dos GBs – Grupos Bíblicos.

6º Realizar uma Caminhada e/ou Jornada Arquidiocesana dos GBs – Grupos Bíblicos no mês de setembro, Mês da Bíblia.

Av. Domingos de Almeida 3150 - Areal - Pelotas

(53) 3225.8055

sitearquidiocese@gmail.com

Site desenvolvido em 2017 para Mitra Arquidiocesana de Pelotas.