• Arquidiocese de Pelotas

"A PALAVRA DE DEUS PARA HOJE" 16-08-19


Encontramos, no Evangelho de hoje, apresentado por Mateus, a cena na qual Pedro aproximou-se de Jesus e fez uma pergunta bem existencial: "Senhor, quantas vezes devo perdoar, se o meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes?” A resposta de Jesus foi um tanto surpreendente: "Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete." E, então, Jesus explica a resposta dada a Pedro com uma parábola, na qual um rei acerta as contas com seus empregados e chega a perdoar até um que lhe devia uma fortuna enorme. Porém, esse, mesmo após ser perdoado pelo rei, não perdoou um companheiro que lhe devia apenas algumas moedas. Da parábola Jesus conclui, que Deus não nos perdoará se nós não formos capazes de perdoar de maneira justa os irmãos. O perdão justo faz parte de nossa vida cristã. Mesmo que ele seja difícil, precisamos cultivar a prática do perdão justo. Perdoar significa construir de maneira justa as condições para que hajam novas oportunidades. E isso, não só até sete vezes como insinuou Pedro, mas até setenta vezes sete como afirmou Jesus. Senhor, ajuda-nos a cultivar a prática do perdão justo. Ajuda-nos a sermos felizes amando e perdoando os irmãos.

+Dom Jacinto Bergmann


  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube