• Dom Jacinto Bergmann

“A Palavra de Deus para Hoje” 23-03-19


No trecho do Evangelho de hoje, Lucas escreve que os publicanos e pecadores aproximavam-se de Jesus para o escutar. Os fariseus, porém, e os mestres da lei criticavam Jesus: “Este homem acolhe os pecadores e faz refeição com eles” Então, Jesus contou-lhes a parábola que conhecemos como a parábola do filho pródigo, a qual também podemos chamar como a parábola do filho invejoso, ou ainda, a parábola do pai misericordioso. Conhecemos a parábola: o filho mais novo sai de casa, esbanja todos os seus bens, volta para casa e é acolhido pelo pai; o pai é misericordioso, acolhe o filho e faz festa; o filho mais velho fica com inveja e precisa ser corrigido pelo pai.

Quando pecamos, somos como o filho pródigo, abandonando nosso pai para desperdiçar nossa vida. O pecado destrói a vida e acaba com as bênçãos que Deus nos dá. O filho pródigo voltando para casa representa quem se arrepende de seus pecados, pedindo perdão a Deus. Deus fica muito feliz em perdoar quem se arrepende. Ele acolhe com amor e carinho, sem guardar rancor. Sempre que alguém se arrepende, Deus faz uma festa! Ele restaura e transforma, dando uma segunda oportunidade.

Também podemos ser como o irmão mais velho. Quando somos obedientes a Deus não podemos nos esquecer de Seu amor incondicional. Deus não nos ama por causa das coisas que fazemos por Ele. Deus nos ama porque somos Seus filhos! Quando largamos a inveja, vemos que Deus também nos dá muitas bênçãos que podemos aproveitar. Não temos motivo para sentir inveja.


  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube