• Dom Jacinto Bergmann

"A Palavra de Deus para Hoje" 27-03-19


Segundo o que disse Jesus aos discípulos, no Evangelho de hoje, tirado de Mateus, temos a certeza de como Ele prezava a Lei de Deus já manifestada no tempo de Moisés e no tempo dos profetas. São suas as palavras: "Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas. Não vim abolir, mas dar-lhes pleno cumprimento. Em verdade eu vos digo, antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da Lei de Deus". E Jesus então concluiu: "Portanto, quem desobedecer a um só desses mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo será considerado o menor no reino dos céus. Porém quem os praticar e ensinar será considerado grande no reino dos céus".

Como vimos, Jesus é firme no que diz respeito à Lei de Deus, aos seus mandamentos. Deixa claro que o não cumprimento da Lei de Deus, dos seus mandamentos, resulta na condição de menor no reino dos céus, isto é, nenhuma aposta e realização eternas. Já o cumprimento da Lei de Deus, dos seus mandamentos, resulta na condição de maior no reino dos céus, isto é, total aposta e realização eternas.

Impressiona como nos tempos de hoje relativiza-se a Lei de Deus, os seus mandamentos. Procura-se justificar tudo para o não cumprimento da lei de Deus, dos seus mandamentos. Não nos iludamos: "Só a Lei do Senhor é perfeita": cumprindo-a seremos felizes!


  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube