• Dom Jacinto Bergmann

"A PALAVRA DE DEUS PARA HOJE" 19-07-19


Mateus, no Evangelho de hoje, fala de Jesus passando por meio de uma plantação num dia de sábado. Seus discípulos, que o acompanhavam, tinham fome e começaram a apanhar espigas para comer. Vendo isso, os fariseus disseram-lhe: "Olha, os teus discípulos estão fazendo o que não é permitido fazer no dia de sábado?"

Jesus, então, aproveita essa intervenção dos fariseus para criticar o exagerado legalismo deles, que acabou tirando o espírito da lei e transformando a lei já não mais a serviço da pessoa humana.

A crítica de Jesus aos fariseus e seu exagerado legalismo está nestas palavras: "Nunca leste o que fez Davi, quando ele e seus companheiros sentiram fome? Como entrou na casa de Deus e todos comeram os pães da oferenda que nem a ele e nem aos seus companheiros era permitido comer, mas unicamente aos sacerdotes? Ou nunca leste na Lei, que em dia de sábado, no Templo, os sacerdotes violam o sábado sem contrair culpa alguma? Ora, eu vos digo: aqui está quem é maior do que o Templo. Se tivésseis compreendido o que significa: ‘Quero misericórdia e não o sacrifício’, não teríeis condenado os inocentes. De fato, o Filho do Homem é senhor do sábado."

É sempre atual a crítica de Jesus a todo legalismo exagerado. Jesus quer preservar o espírito da Lei, isto é, tornar a Lei a serviço da pessoa humana e não a pessoa humana a serviço da lei.

Uma lei que liberta é boa; uma lei que escraviza não é boa.


  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube