top of page
  • Arquidiocese de Pelotas

NOTA DA ARQUIDIOCESE DE PELOTAS



NOTA da ARQUIDIOCESE DE PELOTAS,

em relação ao Ano de Discernimento do irmão no sacerdócio,

Pe. Waldeir da Paixão Silva.


O Conselho dos Presbíteros, juntamente com o Arcebispo, Dom Jacinto Bergmann, cuja missão, entre outras, é de acompanhar todo o presbitério, ora animando, ora apoiando, ora, também, exercendo uma “correção fraterna” (advertência e repreensão, conforme o cânone 1330 do Código de Direito Canônico), após várias reuniões de oração e reflexão, chegou à conclusão e determinação, por motivos bem enraizados, de propor e pedir ao Pe. Waldeir Paixão Silva um “Ano de Discernimento” de seu Ministério Presbiteral. Para isso, o Arcebispado está publicando um “Decreto de Dispensa do Ministério na Arquidiocese” por um ano, válido a partir do dia 29 de dezembro de 2022.

Não há nenhum julgamento do bom trabalho, em várias dimensões, realizado pelo Pe. Waldeir (louvamos a Deus por esse trabalho). Mas há dimensões, devidamente consideradas com ele, e que precisam ser trabalhadas. Isso para o seu bem e para o bem da Igreja!

Assim sendo, o Conselho dos Presbíteros e o Arcebispo, com fundamento no Direito Canônico, e no sentido de validar a missão primordial da Igreja, primou-se em entender a necessária ajuda pela “evangélica correção fraterna”, evitando narrativas não-verdadeiras e não condizentes.

Ao fim, que o amor à Igreja prevaleça sempre!



Pe. Luis Amarildo Boari Dom Jacinto Bergmann,

Vigário Geral Arcebispo Metropolitano.

e pelo Conselho dos Presbíteros

3.830 visualizações